Música da Semana

Translate

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Natal: “Mais um ano que finda!”



O pedido do papa Francisco, no qual o mesmo pede para os fiéis viverem o Natal sem “mundanidade”, se torna muito interessante se observarmos que com o passar dos séculos, o verdadeiro significado do Natal foi sendo encoberto diante da crescente demanda mercantil, ou seja, o real motivo pelo qual celebramos esta data vem sendo esquecida ao focarmos no que o comércio tem a nos oferecer, ao invés do que de fato simboliza este feriado.

É possível percebermos isto através das nossas atitudes, ao nos atentarmos apenas aos detalhes de tudo que temos que fazer neste dia, a fim de tornar especial a véspera e o dia de Natal, tendo que nos preocuparmos com as preparações para realizarmos a festa, comprar presentes, roupas etc. Fica evidente que o real significado acaba sendo posto em esquecimento diante das diversas tarefas a serem realizadas, pois estas exigem nossa atenção e acaba sugando o nosso tempo.

O Natal, embora a bíblia não mencione a data do nascimento de Jesus, o mundo escolheu esta época do ano para celebramos o nascimento de Jesus Cristo, porém, se celebrarmos sem conhecermos o verdadeiro significado, ela não fará sentido algum, pois seria como que se fizéssemos uma festa para Jesus e não o convidássemos.

Ao lermos Lucas 2:1-7 que diz:
1 - E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse
2 - (Este primeiro alistamento foi feito sendo Quirino presidente da Síria).
3 - E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.
4 - E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi),
5 - A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
6 - E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz.
7 - E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

Podemos entender com base no versículo 7, que quando Jesus estava prestes a nascer, os israelitas não estavam prontos para recebê-Lo, embora estes soubessem que Ele viria, pois houve várias profecias a este respeito, ou seja, o nascimento de Jesus já havia sido anunciado há 4 mil anos atrás sendo uma delas revelada por meio de uma profecia de Daniel. Porém, quando isto ocorreu o mundo não estava preparado para recebê-Lo, pois não havia se quer um lugar para Maria conceber Jesus.

Você deve estar se questionando onde quero chegar com esta singela reflexão, quero junto com você caro leitor, entender o que podemos aprender através do versículo 7 e que lição podemos tomar para as nossas vidas neste dia.

A questão é que Cristo vai voltar para buscar a sua igreja, mas será que estaremos preparados para recebê-Lo? Será que diante de tantos preparativos, tantas coisas para fazer e pessoas para ver, conseguiremos encontrar um espaço para Ele?

Em Belém todas as hospedarias estavam ocupadas, será que nas nossas haverá vaga para Ele? Será que dentre tantas coisas que estarão ocupando nossa vida neste momento, haverá espaço para Jesus? Será que iremos nos lembrar de convidá-Lo para fazer parte da festa que preparamos?

Isto foi o que o papa solicitou aos fiéis, que deixassem de olhar apenas para o que o mundo oferece e que todos estejam atentos ao que é espiritual.

O meu convite a você hoje é que juntos possamos convidar o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo para entrar e ceiar conosco, que Ele seja o convidado exclusivo desta celebração e que juntos em uma só fé possamos desfrutar do AMOR de Deus que se revela através de Seu Filho Amado Jesus Cristo.
Este amor que nos foi dado sem ser pedido nada em troca, este amor que nos mostrou o quanto somos especiais para Deus, que mesmo sem precisar, nos provou este amor através da morte e ressurreição de Cristo Jesus.

Este amor que nos permiti hoje desfrutarmos da liberdade que há em Jesus e declararmos que somos mais que vencedores porque o próprio Deus veio ao mundo para nos dar vida e uma vida abençoada, pois mesmo sem merecermos, Ele mostrou o Seu grande amor e sua misericórdia por nós.

Que nós venhamos desfrutar das benções que recebemos e que hoje temos o privilégio de celebrarmos com nossos amigos e familiares todas as conquistas, lutas vencidas e superações de momentos difíceis que passamos no decorrer deste ano, mas que seja o nosso maior motivo desta celebração, trazer à memória a importância da vinda e do nascimento de Jesus.

Que venhamos sempre lembrar o real motivo do nascimento de Jesus, Este que veio ao mundo para nos presentear com o amor de Deus Pai e com o direito a vida eterna.

Deus abençoe grandemente a vida de todos vocês! Que a graça e a misericórdia do Senhor, seja com todos em Nome do Senhor Jesus!

Um Natal repleto de paz, amor e cheio da presença do Espírito Santo!

Que 2015 venha carregado de renovações e respostas para a vida e as orações de todos vocês!
           


Nenhum comentário:

Postar um comentário